5 princípios do futebol para alavancar sua liderança

Lider aplicando os princípios do futebol em sua liderança
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Você sabe como os princípios do futebol podem alavancar a liderança de sua empresa? Para extrair o máximo potencial de seus colaboradores não adianta ter as pessoas certas no time, é preciso extrair o que elas tem de melhor.

Liderar não é a mesma coisa de ter um cargo de liderança. Ter a liderança significa que você tem o posto mais alto da hierarquia. Liderar, no entanto, significa que outro o seguem voluntariamente.

É nesse sentido que os princípios do futebol, o esporte mais praticado em todo o mundo, podem ajudar você a tornar-se um líder melhor e mais eficiente. Neste texto, vamos apresentar 5 princípios do futebol para alavancar a liderança de sua empresa.

⚽ Objetivos e metas claras

Um líder precisa ter claro as metas da empresa, do setor e daquele colaborador. Tudo isso precisa estar interligado com a meta da empresa, pois essa é a meta mais importante.

O que você deve se perguntar é: o que este setor deve fazer para alcançar essa meta? O que aquele funcionário precisa atingir de resultado para atingir a meta?

No futebol, o objetivo é bastante claro: fazer mais gols do que o adversário. Olhando para a sua empresa hoje: quais são os gols que você precisa fazer para vencer o seu adversário?

É esse espírito de clareza e transparência que um bom líder deve transmitir para sua equipe.

⚽ Regras claras

Há muitas empresas que sofrem para gerar determinados resultados e encontram um problema no seu colaborador, porém, se você olhar bem o problema está nas regras, no que precisa ser feito, no passo a passo.

Há coisas que são inegociáveis, e isso precisa estar absolutamente claro através do posicionamento do líder.

Se você é um funcionário, qual o seu sentimento? As coisas está claras para você alcançar a meta máxima da sua empresa? Não adianta nada realizar uma contratação estratégica e não deixar claro para seu colaborador quais as regras devem ser seguidas.

⚽ Tempo de jogo definido

Você já ouviu falar na palavra deadline? Em português, ela significa data fatal e faz parte do cotidiano de todas as empresas que trabalham com metas claras e definidas.

Assim como no futebol, em que temos dois tempos de 45 minutos cada, cada ação estratégica de uma empresa precisa de um tempo específico definido para que o líder possa acompanhar e dar os feedbacks necessários ao longo do processo.

Como aprendemos no conceitos de Metas SMART, para que ela se enquadre nessa categoria ela precisa cumprir esses 5 requisitos:

  • S — smart, ou específica;
  • M — measurable, ou mensurável;
  • A — achievable, ou alcançável;
  • R — relevant, ou relevante;
  • T— time bound, ou término. 

Ou seja, se não sabemos quando a meta vai terminar, não temos saber planejar o como dessa ação.

⚽ Treinamento antes da partida

Se você já assistiu a algum de nossos treinamentos, já deve ter ouvido falar na tríade de sucesso de todo profissional que se preze: VÍDEO, LIVRO, CURSO.

Foi com esses três passos que Paulo Vieira tornou-se o mais importante treinador de pessoas do Brasil e referência quando o assunto é inteligência emocional.

Qual é o maior erro dos líderes? É realizar o recrutamento, selecionar as pessoas certas para os locais certos, mas não treiná-las antes de entrarem em campo.

No futebol, por exemplo, antes de toda partida, até mesmo jogadores consagrados como Lionel Messi, Cristiano Ronaldo ou Neymar passam dias treinamento e melhorando suas habilidades.

Então, por qual motivo você e seus colaboradores não treinariam antes de entrar no campo em que sua empresa desbrava todo dia?

⚽ Competitividade saudável durante a partida

Para encerrar, precisamos deixar algo muito claro: competir não é necessariamente algo ruim! Um nível saudável de competição é sempre benéfico para todos os envolvidos?

E por que?

Porque competição ativa nossa vontade de vencer e de entregar nosso melhor no tempo que nos é oferecido para solucionar um problema ou jogar uma importante partida de futebol, por exemplo.

Ligue o sinal de alerta quando seus níveis de competitividade não estiverem de acordo com a expectativa da empresa e não fizerem você avançar de onde você está agora.

Ao final desse texto, percebemos que a liderança pode ser resumida na habilidade de conduzir um grupo, e motivá-lo a colaborar de maneira voluntária.

Por isso, para tornar-se um bom líder é necessário despertar nas pessoas a vontade de fazer a diferença.

E você, o que está fazendo hoje para transformar seus colaboradores?

Até o próximo texto 🙂

Receba mais conteúdos

Digite seu email no campo abaixo para receber os melhores conteúdos. Te enviaremos periodicamente: Artigos, Vídeos, Dicas e Materiais.

Compartilhe esse post com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin